Feminismo e o manifesto das francesas

11 de janeiro de 2018

rfi

São mudanças que perpassam a relação patriarcal, mas também as relações de racismo e outros tipos de preconceito contra grupos que antes não tinham tanta visibilidade.


Então, não é tão estranho que mulheres que são ligadas a uma esfera de poder, que sempre tiveram muita visibilidade, se incomodem, porque eu acho que as outras mulheres que manifestam indignação contra o machismo hoje, contra o assédio, contra a violência sexual, se aproximam, de certa forma, do lugar das pessoas negras, do lugar dos imigrantes, e isso incomoda.

Íntegra da entrevista